Sábado, 25 de Maio de 2019
TIME PRINCIPAL

Com gols de Júlio César e Vinícius Zanocelo, Ponte empata em 2 a 2 com o Oeste

Definição da vaga para a final do Torneio do Interior será no próximo domingo (7) no Majestoso

Publicada em 30/03/19 às 18:48h - 126 visualizações

por Ponte Press


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Macacada Reunida)

Jogando na casa do adversário, a Ponte Preta saiu na frente, tomou a virada e empatou no último minuto contra o Oeste na tarde deste sábado. Com o placar de 2 a 2, as duas equipes definem quem fica com a vaga para as finais no domingo que vem (7), no Majestoso: quem vencer segue em frente e, se houver empate, a decisão vai para os pênaltis.

Os gols alvinegros foram marcados por Júlio César aos 31, após belo lance de Abner, e pelo jovem Vinícius Zanocelo, que veio da Base e marcou o primeiro dele em um jogo profissional da Macaca. A Ponte, que nesta tarde atuou com o chamado G2 (os jogadores que não costumam atuar regularmente como titulares), agora vira a chave para enfrentar no meio da semana o Aparecidense, em Goiás, pela Copa do Brasil.

O jogo

A Ponte deu o toque inicial da partida, mas a primeira chance da partida foi do Oeste e Ygor Vinhas defendeu com o pé. No lance seguinte, aos 3, Tiago Real deu o troco mandando chute forte ao gol adversário, mas a zaga tirou. Aos sete, Júlio César cruzou para bola na área, Giovanni tocou para Hugo Cabral e o atacante chutou forte, mas o a zaga adversária bloqueou a jogada. Aos nove, nova boa chance de Hugo Cabral, que mandou uma bomba para o gol do oponente, mas Luís Carlos fez bela defesa.

O jogo começou a ficar mais lento, com os times criando menos oportunidades, mas aos 23 a Macaca saiu em rápido contra-ataque e Igor Henrique , frente pro gol, tentou encobrir o goleiro, mas chutou com muita força e a bola saiu por cima do travessão.  Aos 31 saiu o primeiro gol da Ponte, num lance de rapidez, Abner desceu pelo lado esquerdo e fez belo cruzamento rasteiro para Júlio César que, de frente para o gol, não perdoou e mandou para o fundo da rede adversária. Ponte 1 a 0.

Aos 45, no último minuto de jogo, por muito pouco a Macaca não ampliou:  Tiago Real cabeceou a bola com categoria após cruzamento pela esquerda e o goleiro Luís Carlos fez milagre para defender a bola.

No segundo tempo, logo aos 4, o lateral Arnaldo fez uma belíssima jogada. Após desarmar o adversário no campo de defesa, saiu em velocidade e passou por três adversários até a cara do gol. Na hora do chute, porém, o zagueiro travou a bola.

Aos 12, Juliano recebeu bola na entrada da área, sem marcação, e mandou uma bomba o meio do gol adversário, mas Luis Carlos defendeu. Aos 14, após cobrança de falta de Mazinho, Elvis chutou e a bola espirrou na zaga alvinegra, sobrando para o lateral Bonilha bater de voleio, sem chance para Ygor Vinhas. No minuto seguinte, após lance de ataque da Ponte, a zaga do Oeste deu chutão para frente e o atacante Fábio conseguiu chegar na bola primeiro que Ygor Vinhas, que tentava chutar para frente, e virou o jogo.

Aos 27, Júlio César quase empatou, em cobrança de falta próxima à área. O atacante cobrou com perfeição e a barreira desviou por cima do gol, para escanteio. A Ponte seguiu pressionando e o Oeste começou a fazer cera, valorizando faltas e demorando a jogar, o que rendeu inclusive cartão amarelo. Aos 36, Abner fez bela jogada de frente para a área e lançou rente à trave para Arnaldo finalizar, mas o lateral chegou atrasado.

Aos 37, Bruno Lopes faz boa jogada e Ygor Vinhas defende com os pés. Na sequência, a Macaca sai em velocidade e Bruno agarra o jogador pontepretano para impedir o contra-ataque, levando amarelo. Aos 45, Abner chutou bem contra o gol oponente, mas a zaga tirou.  Aos 47, Hugo Cabral saiu do zagueiro, mas se adiantou demais. No minuto seguinte, nova bela jogada do atacante, que se livrou de dois adversários, mas caiu na área na hora de concluir.

No lance seguinte, porém, já aos 49, Tiago Real pegou bola na área e recebeu pênalti indiscutível. Hugo Cabral cobrou e Luís Carlos – uqe já havia defendido pênalti na partida anterior do Oeste – defendeu, mas em vez de segurar, rebateu para frente. O garoto Vinícius Zanocelo, atento, pegou o rebote e marcou o gol de empate, o primeiro dele como titular – o Oeste reclamou de invasão do garoto, mas o árbitro validou o gol. A bola foi recolocada em campo, mas não havia tempo para mais nada. Final: Ponte 2 x 2 Oeste.

Ficha do jogo

Ponte Preta: Ygor Vinhas, Arnaldo, Airton, Trevisan e Abner; André Castro (Juliano), Igor Henrique (Vinícius Zanucello),Tiago Real e Giovanni (Marlyson); Júlio César e Hugo Cabral. Técnico: Jorginho.

Oeste: Luís Carlos, Bonilha, Lídio, Macarás e Conrado; Betinho , Matheus Jesus (Bruno Lopes), Elvis (Rodrigo Souza) e Mazinho; Roberto (Pedrinho) e Fábio. Técnico: Renan Freitas.

Gols: Júlio César, aos 31 do primeiro tempo; Bonilha, aos 14, Bruno Lopes, aos 15, e Vinícius Zanocelo, aos 51 do segundo tempo.

Arbitragem: juiz Rodrigo Gomes Paes Domingues; auxiliares Leandro Matos Feitosa e Fabrini Bevilaqua Costa.

Cartões amarelos: Maracás, Betinho, Lídio, Bruno Lopes (Oeste)

Público: 394

Renda: R$ 5060,00

Local: Arena Barueri




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário






Nosso Whatsapp

 (19) 98783-6558

Visitas: 107956
Usuários Online: 135
Copyright (c) 2019 - Macacada Reunida - Esporte Multimidia